Panetone funcional

Uma delícia de opção para o Natal!

A época mais gostosa do ano está chegando e já pensamos na comilança de fim de ano, né?! Então, resolvi compartilhar algumas receitinhas para a ceia de Natal e Réveillon para vocês comerem sem culpa. E a primeira escolhida foi esse panetone funcional facinho de fazer, e se você não gosta de panetone, pode adaptar a receita e usar para fazer chocotone, também fica delicioso.

Espero que gostem, grande beijo!

Ingredientes

8 colheres de sopa de farinha de amêndoas
2 colheres de sopa de manteiga ghee
1⁄2 xícara de creme de leite de coco

4 ovos
4 gotas de essência de panetone
1 colher de chá de noz moscada
1 colher de chá de canela em pó
1 colher de sopa Uvas passas
1 colher de sopa de Frutas secas

Modo de Preparo

Misture a farinha de amêndoas e a manteiga ghee com as mãos, até formar uma mistura consistente. Adicione as 4 gemas e o creme de leite de coco e misture. Adicione a essência de panetone, a noz moscada e a canela. Separadamente, bata as 4 claras em neve. Passe as passas e as frutas secas em um pouco de farinha de amêndoas. Unte a forma que irá utilizar com a ghee. Incorpore as claras em neve com cuidado e coloque a mistura na forma. Leve ao forno médio 250 ̊C por aproximadamente 30 minutos, ou até que fique dourado.

Dica: Para fazer chocotone, use a mesma massa e substitua as frutas secas por chocolate amargo 70% ou o chocolate da sua preferência.

4 dicas para ter uma relação equilibrada

Não existe formula mágica, existe reciprocidade!

Quando falamos em relações, sejam elas quais forem, observamos que existem muitas expectativas envolvidas. Estamos sempre esperando que o outro aja da forma que queremos. E para não cair nessa “cilada”, listei para vocês 4 dicas para quem quer uma relação mais equilibrada.

1-     Crie uma conexão consigo mesmo, antes de se relacionar

Essa conexão com nós mesmos é essencial no processo de entendimento das emoções. Quando paramos um pouco para olhar para dentro e dar um tempo para que todas as expectativas se dissolvam, as coisas vão ficando mais claras e automaticamente libertamos o outro dessa ideia de ser responsável por nossas dores.

2-     Não crie expectativas irreais

Nas nossas relações, muitas vezes transferimos ao outro uma certa responsabilidade pela nossa felicidade, sempre esperamos do outro aquilo que nós imaginamos como deveria ser feito e isso gera expectativa irreal, não espere muito do outro.

3-     Ame primeiro a si para depois amar ao outro

Queremos tanto ser amados, que criamos em nossa mente a ideia de que se não fizermos o que o outro espera, ele não vai nos acolher. E então acabamos criando relações longe de serem equilibradas e que se sustentam à base de uma espécie de troca: desejamos ser perfeitos para sermos aceitos e, consequentemente, depositamos no outro a obrigação de nos entregar essa mesma perfeição para também ser digno de receber o nosso amor. 

4-     Livres para escolher mudar

Compreender que vivemos ciclos e que isso também implica mudanças diferentes dentro de nós e dentro do outro, auxilia nosso entendimento de que nada é permanente. Por isso mesmo, somos livres para mudar, escolher novos caminhos, direcionar nosso coração, abrirmos-nos para o novo, encontrar e partilhar ideias que trazem harmonia e relações mais equilibradas.

Precisamos falar sobre perdas!

Na profissão, nos relacionamentos ou em qualquer área é sempre difícil

Nós não temos o hábito de refletir sobre as nossas perdas ao longo da vida, não é mesmo? Sejam nos relacionamentos, no trabalho ou em qualquer área da nossa vida. Mas isso é essencial para encararmos nossos fracassos e seguirmos em frente mais maduros e fortes. Geralmente, as pessoas não se abrem para refletir sobre um tropeço, um fracasso ou uma perda. Elas perdem um tempo que poderia ser dedicado a pensar sobre o que ocorreu, ficando somente lamentando e na percepção de vítima, e quase nunca como protagonista da própria história.

A questão é que o tempo do luto por qualquer que seja a nossa perda, compromete a qualidade do tempo que vivemos. Seja um ciclo de trabalho que chega ao fim, o término de uma relação ou o rompimento de uma amizade. Isso porque, em geral, a vida segue e parece não haver espaço para pausa e para processarmos o que ocorreu.

O que fazer então se a vida pede pressa e a alma pede calma? Penso que deveríamos, primeiro, evitar culpar os outros e, a partir disso, viver o que temos de melhor a cada momento, nos entregando a cada relação. A perda faz parte da vida. E ao entender que isso é inevitável, podemos tentar ficar mais tranquilos para não temê-la quando acontecer.

Nosso tempo de vida um dia acaba, e isso é realmente inevitável, mas a forma como escolhemos estar aqui pode trazer experiências incríveis. Para sermos vitoriosos na nossa jornada é necessário aprender a não ganhar sempre. Assim, é importante sabermos que, apesar de difícil, podemos escolher como vamos encarar as perdas da vida. Se vamos fazer isso como um sofrimento eterno ou como gratidão.

Espero que tenham gostado.

Grande beijo, Lia Clerot.

Fonte: www.vidasimples.com.br

A tendência dos metalizados volta com força total

Inspirações para entrar nessa tendência

O mundo da moda é mesmo uma caixinha de surpresas, não é mesmo? Quando a gente menos espera, aquela tendência vem forte novamente, e assim acontece com os metalizados que para o cenário fashion, têm sido protagonistas de muitos looks.

Seja dourado, prata ou qualquer outra cor, o metalizado vem em saias, calças, vestidos e até em acessórios. Separei para vocês algumas inspirações.

Grande beijo! 

Bolo húngaro com frutas e castanhas

Delicioso e a cara do Natal

As festividades de fim de ano estão chegando e já começamos a nos preparar para época mais gostosa. Então, separei para vocês essa receitinha de bolo húngaro ideal para essas festividades. 

A receita está do jeito que costumo fazer em casa, mas você pode substituir os ingredientes a seu critério, ou acrescentar também.

Espero que goste.

Ingredientes

½ xícara de farinha de grão de bico

½ xícara de farinha de trigo ou farinha de amêndoas

4 ovos

2/3 xícaras de açúcar de coco ou melado de cana

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 colher de chá de fermento químico em pó

200g de castanha do pará picadas

100g de amêndoas picadas

150g de ameixas secas sem caroço picadas

150g de damasco secos picados

150g de cerejas em calda escorridas (reserve 2 colheres de sopa da calda)

1 colher de chá de canela em pó

1 colher de cravo em pó 

1 colher de chá de gengibre em pó

2 colheres de sopa da calda das cerejas

2 colheres de rum ou outra bebida (vinho branco/vinho do porto) pode ser feito sem bebida, adicione água.

Modo de preparo

Pré-aqueça o forno em 180º. Unte com ghee e enfarinhe uma forma de bolo inglês (retangular) e reserve.

Numa tigela, misture as frutas secas já picadas com as castanhas e junte as especiarias, a calda de cereja e as duas colheres de sopa da bebida escolhida ou água.

Separadamente, bata com um garfo os ovos. Junte-os à mistura de frutas e castanhas e depois acrescente o açúcar de coco ou melado, a farinha peneirada, o fermento e o bicarbonato também peneirados.

Misture tudo com uma colher até que esteja bem incorporado e tenha pedacinhos de frutas e castanhas por toda a massa.

Derrame na forma, dê leves batidinhas nela pra a massa se alinhar e leve para assar por 1 hora (aproximadamente, dependendo do seu fono) ou até que esteja firme e levemente dourado na superfície.

Faça o teste do palito. Rende 12 fatias grandes.

Desenforme ainda quente, decore a gosto. 

7 Coisas que afetam sua frequência vibratória do ponto de vista da física quântica.

Você atrai aquilo que transmite

Quem aí também gosta de física quântica? Eu  gosto bastante, aprendi com meu pai que fala sobre o assunto como ninguém. E dentro desse tema, um dos assuntos que falo bastante nos meus cursos é sobre a nossa frequência, pois o que emitimos é o que o universo nos manda de volta. 

Você sabia que a vibração na física quântica significa que tudo é energia? Isso mesmo. Somos seres que vibram em certas frequências e cada vibração é equivalente a um sentimento e, no mundo “vibracional”, existem apenas duas espécies de vibrações:a positiva e a negativa. Qualquer sensação faz com que você emita uma vibração que pode ser positiva ou negativa. A seguir, separei algumas situações que podem interferir sua frequência vibratória: 

1 – O Pensamento

Todo pensamento emite uma frequência para o universo e essa frequência retorna à origem então, se você tem pensamento negativo, desânimo, tristeza, raiva, medo, tudo acaba voltando para você. É por isso que é tão importante que você cuide da qualidade dos seus pensamentos e aprenda a cultivar pensamentos mais positivos.

2 – As companhias

As pessoas à tua volta influenciam diretamente na tua frequência vibracional. Se você se rodeia de pessoas felizes, positivas, determinadas, você também entrará nessa vibração, agora se você se rodeia de reclamões, maldições e pessimistas, tenha cuidado, pois eles podem estar diminuindo sua frequência e, consequentemente, impedindo que você faça a lei da atração funcionar a seu favor.

3 – Música  

A música é muito poderosa. Se você só ouvir música que fala de morte, traição, tristeza, abandono, tudo isso vai interferir no que você vibra. Preste atenção às letras da música que você ouve, pois pode estar diminuindo a sua frequência vibratória. E lembre-se: Você atrai para a sua vida exatamente aquilo em que você vibra.

4 – As coisas que você assiste

Quando você vê programas que abordam desgraça, morte, traição e por aí vai, seu cérebro aceita isso como uma realidade e libera toda uma química em seu corpo, fazendo com que sua frequência vibracional seja afetada. Assistir coisas que te fazem bem e te ajudam a vibrar numa frequência mais alta.

5 – O Ambiente

Seja em casa ou no trabalho, se você passar muito do seu tempo em um ambiente desorganizado e sujo, isso também afetará a sua frequência vibratória. Melhore o que está ao seu redor, organize e limpe seu ambiente. Mostre ao universo que está apto a receber muito mais. Cuida do que já tem! 

6 – A Palavra

Se você costuma reclamar ou falar mal de coisas e pessoas, isso afeta sua frequência vibracional. Para manter sua frequência alta é essencial que você elimine o hábito de reclamar e falar mal dos outros. Então, evite fazer dramas e vitimizar-se a si próprio. Assuma a responsabilidade pelas suas escolhas de vida!

7 – A Gratidão

A gratidão afeta positivamente a tua frequência vibracional. Se posso te dar um conselho seria esse: comece a agradecer por tudo, pelas coisas boas e o que você não considera bom. Agradeça por todas as experiências que você viveu. A gratidão abre as portas para que as coisas boas fluam positivamente na sua vida.

E aí, o que você tem transmitido? Reflita sobre isso.

Espero que tenha gostado do texto.

Grande beijo, Lia Clerot.