Você é feliz com a sua vida?

Você é feliz com a sua vida? Eu queria te fazer essa pergunta hoje para que possamos falar um pouco sobre felicidade. Hoje estamos num mundo muito tecnológico, onde temos acesso a muitas informações e na verdade, algumas dessas informações elas fazem o nosso bem e outras também nos prejudicam. Você já pensou em tantas fotos, em tantas postagens, em tantas informações que você vê sobre pessoas que você admira, sobre pessoas que você gosta, sobre vidas que você gostaria de ter ou ideias ou corpo? Enfim, hoje são milhares de informações que estão na internet e você começa a se questionar se aquela vida que aquela pessoa tem é tão boa quanto a sua. (Cortar na verdade é um questionamento interno). Será que eu sou feliz? Será que essa vida que eu tenho me faz feliz?

Você sabe qual a sua missão aqui na terra?

Qual é a sua missão, qual é o seu legado, quais são seus objetivos de vida? O que você tem feito para alcançar esses objetivos? Tem feito planos e traçado metas ou está vivendo apenas de sonhos?

Muitos têm inúmeros desejos, mas desconhecem sua principal missão: servir a Deus, ter o Senhor lhes direcionando e mostrando o caminho a seguir em todas as situações e áreas da vida, porque tudo tem passado rapidamente e precisamos ter essa missão bem definida em nossos corações para que não percamos as oportunidades de desfrutar o melhor que Deus tem para nós. 

Quando temos a satisfação de ter uma missão realizada, temos um sentimento de felicidade completa. A realização da missão gera uma satisfação e felicidade interior que energiza e motiva nossa existência, contagiando a todos que estão à nossa volta. Assim, quando acordamos de manhã e oramos, lemos a Palavra de Deus e profetizamos Sua presença sobre nós, temos a certeza que será um dia espetacular, feliz, realizado e abençoado, pois nós atraímos aquilo que cremos e pensamos. Se queremos ter sucesso e acreditamos nisso, atrairemos o sucesso. Entretanto, se acreditamos e pensamos no fracasso, também o atrairemos a nós.

Quais são as circunstâncias da vida que lhe fazem extremamente feliz? Você está pronto para enfrentar os obstáculos necessários e se esforçar para alcançar a felicidade? É a Lei da Semeadura: precisamos primeiramente plantar para só depois colher. É tirar tudo aquilo que é velho, que está tomando espaço em nós para que venha algo novo. O segredo para ser feliz é viver todos os dias sabendo que Deus nos ama incondicionalmente e cumprir a missão que ele nos deu.

E se você ainda não sabe qual é o seu propósito de vida, converse com Deus, peça para ele te mostrar. Reflita sobre isso, tenho certeza que ao descobrir o seu propósito, a sua vida passa a ter muito mais sentido

Grande Beijo!

Transforme reclamações em solicitações

Você já pensou em transformar reclamações em solicitações? (CORTE) Ao invés de você reclamar, você solicitar. (Cortar: você) Já pensou se toda a humanidade fizesse isso? Se todas as pessoas começassem a ser um pouco mais educadas e pensassem no outro. Pensasse no que a pessoa está sentindo, e pensasse naquela pessoa da fila do aeroporto, no que ela está vivendo, e aí começasse (CORTE) uma onda de solicitação e não reclamação, a gente mudaria o mundo, por que? Porque as pessoas hoje tendem a reclamar de tudo!

6 Dicas para cuidar da sua saúde mental em tempos de isolamento

Nos dias de hoje só se fala em Covid – 19, os cuidados que devemos tomar para nossa saúde física, que é de extrema importância. Mas e a nossa saúde mental? Será que estamos preparados emocionalmente para esse período de isolamento?

Para as pessoas que são “multitarefas” como eu, é um pouco difícil ter que ficar em casa, mas sei que se isolar é essencial nesse momento, mas também sabemos que isso pode abalar um pouco a nossa saúde mental, pois muda completamente a nossa rotina. Por isso, hoje eu trouxe para vocês algumas dicas de como lidar com esse momento delicado de pandemia que assola o mundo.

1- Fique um pouco longe das notícias!
O dia inteiro recebemos inúmeras notícias, novidades sobre a pandemia, sobre o aumento nos casos, lojas fechando, etc. Que tal tirar um tempinho para se afastar dessas notícias? Precisamos aliviar nossa mente. Então, a minha dica é: assista um filme, inicie uma série nova, leia um livro, faça algo que te proporcione sensação de bem-estar. Tenho certeza que irá te fazer bem.

2- Faça vídeos-chamadas.
Nada melhor que aproveitar esse momento de isolamento para ligar para aquele familiar que já tem algum tempo que vocês não conversam, ou aquela amiga que você sempre marca de encontrar e esse encontro nunca acontece. Use a tecnologia a seu favor. Em momentos como esses, é uma excelente alternativa para estarmos conectados com as pessoas que amamos.

3- Home office responsável!
Se você tem o privilégio de trabalhar de casa é preciso ter muito foco e responsabilidade. Estabeleça seus horários, para não trabalhar de mais nem de menos. Outra dica valiosa é separar um cantinho para trabalhar, assim você não mistura lazer com trabalho. Agende as reuniões on-line, aproveite para planejar, estudar, e organizar áreas da sua vida que não tinha tempo.

4- Se exercite!
Já te contei por aqui o quanto eu amo praticar atividade física, né?! Mesmo com as academias fechadas e a recomendação de nos mantermos em isolamento dentro de casa, existem diversos exercícios que podemos fazer em casa. Hoje existem vários Apps de treino que são excelentes. Eu adoro as dicas da Brooke Burke, ela também tem um App pago, mas se você não quiser adquirir, tem vários vídeos no YouTube dela que são ótimos.
Separe pelo menos 1h do seu dia para se exercitar e liberar endorfina. Você vai ser mais produtivo e vai se sentir muito melhor em todos os aspectos.

5- Autocuidado!
Se não puder treinar ou escolher por não fazer, acorde, tome um banho, troque de ambiente, isso é importante para tirar um pouco do desânimo. Não fique deitado na cama o dia todo, isso não deixa a sua energia fluir.
Aproveite o tempinho livre que tem em casa para colocar o skincare em dia, testar uma receita nova, hidratar o cabelo, faça algo que te faça se sentir bem. O autocuidado aumenta nossa autoestima e melhora, de forma significativa, nossa saúde mental!

6- Use o tempo a seu favor.
Acredito que vivemos na sociedade que menos teve tempo de qualidade, mas agora o que mais temos é tempo livre. Então, vamos usufruir disso, de poder estar com nossa família, de simplesmente estar prontos a ouvir, pensar, refletir, criar.

Espero que tenham gostado do post de hoje.
Grande beijo, Lia Clerot.

Como viver na presença de Deus

Muitas vezes nós estamos cansados, muitas vezes nós estamos oprimidos, muitas vezes estamos passando por tribulações, e a gente começa a conversar com Deus, começa a colocar realmente o nosso coração diante de Deus, e você começa a abrir seu coração de tal forma que você começa a falar:“Deus, eu não tenho mais força, eu não consigo mais, eu não tenho mais força para suportar”. E parece que no momento que a gente realmente se entrega para Deus, é onde a gente começa a perceber que nada, nada. Nenhuma circunstância, nada que eu faça, nada que eu fale, vai mudar aquela situação que eu estou vivendo.

Você é feliz com a sua vida?

Hoje, quero falar sobre a falta de contentamento, da falta de felicidade com aquilo que você tem, com aquilo que você é como mulher e como pessoa. E se pararmos para observar a história de Eva, vemos que ela também sofreu com esse mal. Ela tinha todo o paraíso, mas começou a ter dúvidas de sua felicidade e foi quando o inimigo veio e perguntou a ela: “Por que você não pode comer do fruto dessa árvore?”. Será que Eva sentia falta de não ter aquela árvore?  Ou será que a dúvida que a serpente colocou em sua cabeça despertou nela um sentimento como: “Nossa, nunca tinha pensando sobre isso”.

Com a pergunta do inimigo, Eva começou a pensar que ela não era feliz com a vida que tinha. Que ao invés dela celebrar, se alegrar com todo o paraíso, ela só ficava pensando no que não tinha e, muitas vezes, nós mulheres somos assim. Ao invés de agradecermos pela vida, pelo que somos, pela nossa casa, ficamos pensando naquilo que não temos.

Em Gênesis 3, quando a serpente chega e traz a dúvida para a Eva, ela começa a ficar mais preocupada com a ausência do que com a presença. Será que você tem andado mais preocupada com a ausência do que com a presença? Será que você tem ficado muito mais preocupada com o carro, com a casa, marido, filho do jeito que você gostaria, ao invés de agradecer as qualidades que eles possuem?

Quando nosso foco está naquilo que nos falta, nos tornamos pessoas infelizes, desapontadas, com medo. Quanto mais focarmos no não ter, menos teremos. Precisamos mudar a nossa maneira de pensar. Comece a celebrar aquilo que você tem, agradeça a Deus pela sua vida, pela sua saúde, pelo seu marido, seus filhos, sua família, seus amigos, seu emprego. Agradeça a Deus pela sua casa, por quem você é. Quando você mudar isso, as coisas são atraídas para você.

Às vezes, estamos mais preocupadas com o que temos que mostrar para os outros, do que aquilo que realmente somos por dentro. Deus colocou dentro de cada uma de nós tudo que precisamos para sermos felizes. Temos alegria, graça, sabedoria, força, às vezes escondidinha lá dentro, mas pode ter certeza que temos. Quando somos gratas pelo que temos, mandamos mensagem para nosso cérebro, mudamos a sinapse e vivemos mais felizes.

Por isso, comece a ter o hábito de agradecer a Deus pela manhã, orar, agradecer pela sua saúde, pela sua vida. Todo dia, agradeça por pelo menos três coisas e o seu dia vai ser diferente. Porque se você já sai de casa brigando, reclamando com todo mundo, você será a única prejudicada da história. Não importa o que vai acontecer, importa como você vai reagir a cada situação, você tem essa oportunidade dentro de você.

Espero que tenha gostado do post de hoje.

Grande beijo, Lia Clerot.

Tendência: sapatos metalizados

Eles chegaram com tudo e caíram no gosto até daquelas que olhavam meio torto: os sapatos metalizados. Nas plataformas, salto bloco, salto fino, sapatilhas, enfim, nos mais diferentes tipos de calçados. Os saltos bloco e as sandálias com as tiras transparentes, por exemplo, são as mais usadas. Tem prata, dourado, chumbo, mas os favoritos do momento são os coloridos.

Mas Lia, como eu uso isso? Com looks minimalistas, peças em branco, cinza, preto. Com jeans e uma blusa branca, também, fica muito bacana. Os sapatos metalizados são tipo um “ponto de luz” no seu look. Sabe aquele dia que você não está muito afim de escolher aquela roupa? Pois é, aí entra o sapato metalizado que dá aquela alegrada no visual. E sabe o que é melhor? Pode ser usado em qualquer hora do dia.

Se você ficou em dúvida de como usar, separei inspirações lindas para você, espero que goste!

Grande beijo.

Lia Clerot.

Muito se fala em amor de mãe, mas você já parou para observar a importância do afeto materno para o desenvolvimento da criança?

O amor de mãe é algo sublime que sempre nos surpreende, não é mesmo? Digo isso porque li uma pesquisa norte-americana que constatou que o amor de mãe na infância, ajuda o cérebro do filho a se desenvolver mais.  A autora do estudo foi a psiquiatra infantil Joan Lubry, da Faculdade de Medicina da Universidade de Washington, que comprovou que crianças que têm mais afeto e apoio emocional na infância, têm uma importante área do cérebro que cresce duas vezes mais rápido do que as que crescem sem esse afeto. Interessante, né?!

Isso só prova o que vemos em consultórios há anos. O afeto é, com certeza, algo que transforma o comportamento do indivíduo. A falta dele na infância acaba prejudicando muito o desenvolvimento da pessoa, tornando-o um adulto com problemas comportamentais e de autoestima. 

A pesquisa mostrou ainda que a trajetória de crescimento do hipocampo está associada com um desenvolvimento emocional mais saudável. De acordo com a autora do estudo, essas crianças que crescem com mais afeto e apoio, tendem a lidar melhor com a vida adulta e se desenvolvem de maneira mais saudável. Ela defende ainda que encorajar políticas que ajudem os pais a oferecer mais apoio emocional aos filhos, pode ajudar sistematicamente a vida da sociedade moderna.

E por que eu resolvi falar sobre esse assunto aqui no blog? Porque em um mundo em que muitos filhos estão sendo criados por babás, nada melhor do que comprovar que o amor materno é fundamental na vida das crianças. Eles, com certeza, se tornarão adultos muito melhores e aptos para, também, demonstrarem amor em qualquer fase da vida.

Então, tire um tempo a mais para o seu filho. Veja algo que vocês gostam de fazer juntos e se conectem. Esse tempo juntos vai fazer bem tanto para ele quanto para você.

Espero que tenha gostado do post, grande beijo!

Como ter uma vida em equilíbrio?

Eu me pergunto isso praticamente todos os dias, porque na verdade a nossa busca está em sempre conseguir ter uma vida em equilíbrio em todas as áreas da nossa vida. Hoje, nós desempenhamos papéis que são multifuncionais. Nós mulheres, por exemplo, somos mães, esposas, profissionais, algumas pastoras, outras lideres (CORTE) com isso tudo, nós nos sentimos sobrecarregadas com esse universo que nós temos que dar conta de tudo. Então, eu tenho que dar conta da minha casa, eu tenho que dar conta do meu trabalho, do meu casamento, da minha família no fim de semana, e tenho essa pressão de estar sempre bem, de estar sempre mostrando que estou feliz e na verdade a gente não consegue desempenhar esses papéis perfeitamente. E a minha grande dica é: não tente ser perfeita o tempo todo.

Você tem dado atenção a quem realmente importa?

Hoje eu vim falar de um assunto que tem virado rotina. Infelizmente, com a correria do dia a dia, vejo que temos nos preocupado muito com o lado de fora da nossa casa. Trabalho, reuniões, academia e muitas outras coisas que tomam nosso tempo, mas e a nossa casa? 

Tenho pensando muito a respeito disso. Nos ocupamos demais e não nos preocupamos com o nosso lar, com nossos filhos, marido, mãe e irmãos. Vejo pessoas bem-sucedidas, mas com lares destruídos. O único relacionamento que se tem dentro de casa é com a televisão ou com a internet. É preciso mudar essa maneira de viver.  

Dê tempo e mais atenção para aqueles que estarão sempre com você. Eles são importantes, a sua casa, o seu lar é importante! Mude a sua agenda, se necessário, organize melhor o seu dia e priorize alguns momentos que muitas vezes são deixamos de lado, como fazer uma refeição do dia que seja juntos, sentados à mesa, e sem o uso do celular. 

Preste atenção no seu comportamento e no que acontece dentro da sua casa. A sua irritação no trabalho, por exemplo, não pode afetar a sua família. Muitas vezes temos mais paciência e tolerância com os de fora, então preste atenção se isso está acontecendo na sua casa.

Eu por exemplo, sem perceber, deixo passar para eles alguns problemas. Chego em casa cansada, sem energia para fazer algumas coisas e acabo despejando sentimentos ruins em quem não merece. Meus filhos não têm culpa do que estou vivendo fora da minha casa, ninguém tem. Então, pare para pensar sobre o assunto. Faça um exercício de sempre quando chegar em casa, tentar deixar lá fora tudo que não acrescenta nada na vida dos que estão lá dentro. Falar das suas conquistas, dificuldades, partilhar desses momentos é interessante, isso faz com que eles se sintam parte da sua vida. Mas não esqueça de que a sua vida lá fora não deve ser mais importante do que a sua vida dentro do seu lar. Temos que ter aliança com os da nossa casa! É difícil, mas é possível. Tenta e me conta depois. 

Beijos!

Lia Clerot