borboleta
Imprimir

Deus usa a natureza para nos mostrar que noites escuras valem a pena

Acredite! Noites escuras também valem a pena 

Li certa vez uma história que me chamou bastante atenção. Era de um menininho que ao caminhar pela rua viu uma borboleta tentando sair do casulo e ficou morrendo de dó, porque ela estava se debatendo muito, tentando sair. Então, ele foi “dar uma força” para ela e a tirou de lá – mas mesmo assim ela não resistiu e morreu.

Ele ficou triste e se perguntando o que tinha feito de errado, o porquê de ela ter morrido. A resposta é que ela precisava passar por esse esforço, se debater sozinha, pois era justamente isso que iria fortalecer suas asinhas para conseguir voar. Assim também ocorre conosco. No desespero de tentar melhorar uma situação, de ficar bem, atrapalhamos os processos de Deus. Então, não “voamos”, ficamos presos e limitados, sendo que Deus torna o espaço apertado, difícil, justamente para que possamos desenvolver força, resistência, criar asas e voar para muito além do lugar que estamos hoje.

Quero lhe dizer algo: se está difícil, se você não está enxergando, se tudo em sua volta parece estar em trevas é porque Deus está aperfeiçoando, moldando sua vida, e isso é bênção. Passar pela escuridão debaixo da mão de Deus é a melhor coisa que existe, porque Ele está com você.

Deus usa a natureza para nos dar vários exemplos de que essas noites escuras valem a pena. É muito bonito o processo da formação da pérola. Ela não é linda no início, mas é fruto de uma ostra que, estando um pouco semi-aberta, “engole” uma areinha, um objeto estranho e, então, começa a se coçar, a se machucar, e a produzir uma pérola que irá cobrir aquele objeto estranho. Que nós também, como ostras, possamos produzir jóias preciosas em nossos corações.

Grande beijo

Lia Clerot

01_Parceiro_Elnegro
publicidade-2
partners

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba por e-mail novidades exclusivas da Lia Clerot