Imprimir

O kart e seus aprendizados

Não é apenas um esporte, é uma lição de vida

Hoje eu vim falar de um assunto pessoal. Muitas pessoas me questionam sobre o kart do meu filho e recebi um texto, de autor desconhecido, que me identifiquei tanto que resolvi publicar e compartilhar com vocês como eu me sinto.

Espero que gostem.

“Um pai perguntou para o outro: por que você paga para seu filho andar de kart, gasta tanto tempo e dinheiro com os treinos campeonatos e viagens?

O outro pai responde: “Bem, eu tenho uma confissão a lhe dizer. Eu não pago para meu filho andar de kart!

O outro pai retruca:  “Se não paga para ele correr de kart e competir, o que está pagando?”.

Respondeu o pai: “Bom , eu pago por aqueles momentos em que ele está tão cansado e pensa em desistir, mas não desiste…

Eu pago pela oportunidade que ele poderá ter em fazer amizades duradouras…

Eu pago pela oportunidade que ele pode ter incríveis treinadores que irão lhe ensinar não apenas competir, mas o jogo da vida…

Eu pago também, para que meu filho aprenda a ser mais disciplinado…

Eu pago para que meu filho aprenda a cuidar do corpo dele…

Eu pago para meu filho aprender a conviver com os outros e seja um orgulho, solidário, gentil e respeitoso membro da EQUIPE…

Eu pago para meu filho aprender a lidar com a decepção, quando ele não ganhar ou errar uma curva, embora ele tenha praticado mil vezes, mas ainda assim ergue a cabeça e está determinado a fazer melhor da próxima vez…

Eu pago para meu filho aprender a fazer e alcançar objetivos.

Eu pago para meu filho poder aprender que demora horas e horas de trabalho árduo e prática para criar um campeão, e que o sucesso não acontece da noite para o dia…

Eu pago para que meu filho possa estar nas pistas, ao invés de ficar envolvido em coisas erradas …

Eu poderia continuar, mas para ser breve, eu não pago para ele treinar nem competir, eu pago as oportunidades que o esporte proporciona, para meu filho desenvolver atributos que servirão para o bem de toda sua vida e lhe darão oportunidade de abençoar a vida dos outros, respeitando a todos os espaços.

Pelo que tenho visto por muitos e muitos anos, acho que é um grande investimento. E isso é o que posso deixar para meus filhos e para sociedade”.

 

Autor desconhecido!

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba por e-mail novidades exclusivas da Lia Clerot